15 comentários em “Tudo sobre Amplificadores Valvulados!

  1. Ola Amigos…
    Sei q vçs são uma Assumidade no que se refere a amps…
    To com uma duvida, e preciso de sua ajuda…
    Vou comprar um amp… e to com 3 na fila q to com duvida… Hiwatt 100, Hughes&Kattner ataxx80 e Crate Gxt 100 Triode…
    Preciso de um amp q seja versatil, ja q toco blues, country e rock classico… Q tenha um bom som limpo forte e com punch… mas tmbm q tenha um drive versátil… qro hibrido ou SS q aguenta mais o tranco…
    Qual desses 3 vç me indicaria????

    Curtir

    • Hiwatt, é um valvulado classico e para os timbres que procura ele é muito bom. Foi muito usado por Jimy Page entre outros e o the Edge do U2 usa até hoje.

      Curtir

  2. Olá, acabei de comprar um cabeçote Híbrido Hartke Gt-100 que possui uma 12ax7 no pré. Ainda não comprei uma caixa para ele e o mesmo possui uma entrada para fones na parte frontal, Minha dúvida é: Posso usá-lo apenas com o fone sem a caixa? Ou isso afetará o cabeçote? Queria utilizá-lo dessa forma enquanto providencio a caixa, também li em alguns lugares que o problema sobre ligar sem a caixa está diretamente ligado a Cabeçotes valvulados, não híbridos. Poderiam me ajudar?

    Curtir

  3. Parabéns e obrigado pela informação sucinta e didática!

    Estou à procura de um amp valvulado para ensaios e gigs em espaços pequenos.
    Toco essencialmente stoner doom com afinação bem grave (A standard) e queria um combo que suportasse essencialmente bons graves e médios, uma distorção saturada com volume e um canal limpo que não comprometa também num volume considerável.
    Estou mais virado para um combo 2×12 e gostaria de saber qual a sua opinião em alguns modelos por onde pudesse começar, preferencia de válvulas e tipo de caixa (aberta ou fechada atrás).
    A minha duvida também reside no fato de ser possível ter um amp que também pudesse responder bem para uma sonoridade death metal que necessita de um ataque mais forte e um som mais comprimido!
    Qual é a sua opinião para ambos os casos e se tem alguma sugestão que não comprometa em ambos.

    Obrigado!

    Curtir

  4. Boa tarde! Ótima explanação. Vou abusar um pouco… Devido ao custo excelente e aos bons reviews que li, adquiri um Blackstar HT5r com válvulas ECC83 (ou 12AX7) no pré e 12BH7 no power. Cheguei à conclusão, apesar da boa estrutura e gama de recursos, que o timbre entre plexi e rectifier entregue pelo ampli não me é muito útil devido ao baixo headroom (saturação do clean ocorre ainda com o vol em torno de 9h) e o drive é extremamente nervoso. Apesar do meu timbre básico ser blues/classic rock encorpado e com uso eventual de drive levemente mais rasgado, não gostaria de me desfazer do equipamento. O que me leva ao seguinte questionamento: é possível solucionar isso com a substituição da ECC83 por uma ECC81? Em caso afirmativo, seria necessário um ajuste de bias nesta troca? Desde já, grato! Edson d’Aquino

    Curtir

    • Prezado Edson,

      A válvula ECC81 foi projetada para trabalhar com RF e não co Áudio, porem, elas são compatíveis, pino a pino. A ECC81 poderá ser instalada no lugar da ECC83 sem problemas, não há necessidade de regular o bias.
      Se você quer uma resposta menos agressiva, substitua as duas primeiras válvulas do pré pela 12AT7 que tem um ganho menor do que a da válvula 12AX7.
      Espero ter ajudado. Jose Carlos

      Curtir

  5. Boa Tarde!.. Excelente explanação!

    Mas, no caso de usar drive [pedal], volume wha, etc. não seria melhor liga-los antes do pre, ou seja, no input do ampli ?!?

    Curtir

    • Prezado Richard,

      Depende o resultado que você espera.
      Se você ligar no input do amp, o sinal, com os efeitos, sofrerá a interferência da equalização do pré do amplificador, se você ligar nas entradas Send / Return, o sinal com os efeitos será direcionado diretamente para o estágio de potência. A equalização do amplificador afetará o sinal antes dos efeitos serem aplicados.

      Atenciosamente,

      José Carlos

      Curtir

  6. Boa tarde Srs.

    Tenho um cabeçote Duovox 120G com 6l6 na potência, não sei ao certo as do pré.
    Obviamente não sou um conhecedor de valvulados(esse é o meu primeiro).
    Já ouvi opiniões bem divergentes sobre esse modelo da Giannini.
    Se possível, gostaria de ouvir algo sobre um ponto de vista mais profissional(ou de quem conhece o equipamento). Serve essa “encrenca” ou não?

    Obs.: Ótima matéria, obrigado.

    Forte Abraço

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s